Qual a importância da alimentação na prática da atividade física

Nutrição

Ficar em forma, ter saúde e ser capaz de alcançar objetivos no que diz respeito ao condicionamento físico não depende apenas dos exercícios que fazemos ou do quanto treinamos em uma sessão. Junto do sono e da hidratação, nossa dieta tem um grande impacto na atividade física.

Os benefícios de uma boa alimentação na rotina de treinos


Ter uma dieta equilibrada, repleta de alimentos nutritivos traz muitos benefícios. É importante incluir proteínas, carboidratos, gorduras boas e água, bem como uma variedade de vitaminas e minerais, como cálcio, potássio e vitaminas do complexo B. Veja quantos benefícios você pode ter:


Super atividade


Quando você se exercita, seu corpo tende a utilizar bastante energia proveniente do estoque de glicogênio. É por isso que incluir carboidratos, como pão integral, macarrão, arroz, nozes e vegetais em sua dieta é super importante. Esses alimentos irão ajudar a repor os estoques de glicogênio, que é convertido em energia para treinar.
Para atletas, a recomendação é ingerir de 1 a 1,2 gramas de carboidratos por quilo de peso corporal nas 4 horas seguintes ao treino.
Ao manter a sua dieta equilibrada, você evita deficiências de nutrientes essenciais e ajuda o seu corpo a funcionar bem. Essa é a chave para manter uma vida ativa e com saúde.


Recuperação rápida


Depois de um treino intenso, nossos músculos precisam se recuperar, e é aí que entra a importância das proteínas de alta qualidade ou de alto valor biológico! Apostar nestes alimentos depois do treino ajuda na recuperação muscular. Você pode adicionar whey protein em shakes, ou consumir alimentos prontos que possuem whey em sua composição, como a linha YoPRO, seja com os iogurtes líquidos, para comer de colher ou bebidas lácteas UHT disponíveis em sabores deliciosos, como chocolate ou coco com batata doce.

Manutenção e crescimento da massa muscular

As proteínas também ajudam a construir a massa muscular. O whey protein é uma escolha popular entre os atletas porque, como dito anteriormente, é uma proteína de rápida absorção. E não podemos esquecer da caseína, uma proteína mais “lenta”. A combinação da caseína com o whey é poderosa! Juntas, ajudam a trazer aminoácidos no curto (graças ao whey) e no médio prazo (por conta da caseína) durante a recuperação muscular.


Não se esqueça da hidratação


Você já notou que, quando estamos um pouco desidratados, logo bate o cansaço, tontura ou cãibras musculares? Isso acontece porque a água é um elemento-chave do seu corpo e, durante os treinos, boa parte é perdida com a transpiração.

A quantidade de água necessária varia de pessoa para pessoa. A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é a ingestão de cerca de 1,6 litros/dia para mulheres e 2 litros/dia para homens. Mas esta recomendação não é a mesma se você for realmente ativo, porque vai suar mais e, portanto, perder muito mais água. Neste caso, o consumo de água depende do tipo de atividade e do perfil desse atleta.

Como a dieta pode impactar no seu treino

Todos nós ficamos com água na boca ao pegar um menu de sobremesas ou ver a vitrine de doces — não se preocupe, isso é normal! Na verdade, como parte de uma dieta equilibrada, você pode ceder à tentação de vez em quando. No entanto, se a sua programação de treinamento possui muitas sessões de exercícios, é bom deixar alguns tipos de alimentos deliciosos só para quando você estiver de folga dos treinos.

Aqui vão alguns exemplos:

Frituras e alimentos gordurosos

Geralmente, os alimentos fritos ou oleosos também são ricos em sal e gorduras saturadas, por isso deixe a ingestão desses alimentos para a sua folga, pois como demoram muito para serem digeridos, podem causar sensação de estufamento e desconforto durante o treino.

Açúcar

Procurando por uma guloseima depois de tanto treino? Delícias como bolos e doces são gostosos mesmo, e você não precisa cortá-los para ter uma dieta saudável e equilibrada. Mas é importante consumi-los com moderação. Caso queira um pouquinho de açúcar após o treino, consuma frutas frescas ou secas, pasta de castanhas, amendoim ou nozes.

Agora você sabe como uma dieta balanceada e nutritiva pode te beneficiar e ajudar em sua rotina de treinamento. Tudo isso sem perder o prazer nas refeições.

  • A URL foi salva no seu clipboard.