O que é a meditação Mindfulness?

Bem-estar

A meditação mindfulness é uma prática de atenção plena que pode ajudar a melhorar nossa concentração e deve fazer parte da nossa rotina de autocuidados. Para isso, é preciso estar no momento presente e adotar técnicas de respiração e gentileza.

Todos nós já sentimos que estamos vivendo no piloto automático e que, muitas vezes, fazemos nossas atividades de forma mecânica, sem prestar muita atenção.

Segundo estudo da Universidade de Toronto, no Canadá, mindfulness é um conhecimento milenar cujo objetivo é justamente permitir a “atenção plena” no momento presente, um estado mental alcançado por práticas meditativas.¹

Ao adquirir tal estado de consciência e autorregulação da atenção, a gente para de viver do piloto automático e consegue perceber as emoções e sensações à medida que surgem, sem suprimi-las. Assim, adota-se uma postura mais flexível diante delas.

E o que isso tem a ver com a prática de esportes? De acordo com um artigo feito por pesquisadores do Instituto Federal Suíço de Esportes, os benefícios da meditação mindfulness também se aplicam a atletas e praticantes de atividades físicas. Ao adotar esse estado de atenção plena, podem aprimorar diversas habilidades importantes para ajudar a melhorar desempenho esportivo.

Como a meditação da atenção plena é diferente das outras?

Você talvez nunca tenha ouvido falar em mindfulness, mas provavelmente já ouviu falar em meditação, certo? Meditação é um termo abrangente, que se refere a diversas práticas e métodos que podem incluir oração, visualização, mantras e contemplação.

O mindfulness é a base da meditação, pois para meditar é preciso voltar a atenção para o momento presente. Mas vai além. De acordo com a Sociedade Portuguesa de Meditação, mindfulness é um treino baseado na conexão entre mente e corpo, no qual o foco está no agora, e não no passado ou no futuro.

Não é preciso esvaziar a mente de pensamentos ou emoções. Na verdade, a ideia é justamente observar seus padrões de pensamentos e o que está acontecendo agora no seu corpo: todas as sensações, sejam positivas, negativas ou neutras. Praticar e alcançar esse estado é uma ferramenta para ajudar a gerenciar situações de estresse e ganhar melhor concentração.

4 passos para praticar o Mindfulness

Para praticar o mindfulness, é sempre melhor contar com a ajuda de um instrutor. Mas você também pode tentar sozinho, no conforto da sua casa.

A Mayo Clinic, uma das mais renomadas instituições de pesquisa e serviços médicos dos Estados Unidos, elaborou um passo a passo para a meditação mindfulness ou de atenção plena. Tais atitudes, a serem tomadas ao longo do dia, ajudam na sensação de bem-estar e a melhorar o seu foco durante as atividades.

1. Preste atenção ao ambiente que te cerca

Quando vivemos em um ritmo muito acelerado, é difícil realmente perceber o que está ao nosso redor. Experimente reservar um tempo para vivenciar o ambiente com todos os sentidos (tato, som, visão, olfato e paladar). Por exemplo, sinta o chão do seu quarto, o tapete, a colcha da cama. Observe as cores dos móveis, sinta os cheiros e, quando for fazer as refeições, de fato preste atenção ao que está comendo. Qual é o sabor? E a textura? Tudo isso ajuda a praticar o mindfulness.

2. Esteja presente no momento

Estar de corpo inteiro no momento presente é o objetivo e também o grande desafio do mindfulness. Para isso, é preciso ter a intenção de prestar atenção e, de fato, viver tudo o que você faz. Encontre alegria em prazeres simples, como jantar à luz de velas, tomar um banho mais longo, escolher as roupas para o dia ou simplesmente apreciar o cheirinho de café passado.

3. Seja gentil com você mesmo

Temos aqui mais um desafio dos grandes. Em geral, somos mais exigentes conosco do que com nossos amigos, não é mesmo? Por exemplo, quando não atingimos nossas metas de exercícios da semana, logo nos colocamos para baixo, enquanto para um colega provavelmente teríamos palavras de conforto e incentivo.

Então, a sua tarefa é tratar a si mesmo como você trataria um bom amigo. Seja gentil e aceite quem você é em todos os sentidos.

4. Foque na sua respiração

Respirar é um ato involuntário, o qual não nos atentamos muito ao longo do dia. Mas prestar atenção na respiração é algo poderoso: pode nos ajudar a lidar com a ansiedade, a ganhar melhor consciência corporal e, é claro, a atingir a meditação mindfulness ou de atenção plena.

Convencido sobre os benefícios do mindfulness? Para nós, a prática entra na lista de autocuidados que todo atleta ou amante de esportes deveria adotar. Cuide-se bem.

Referências


Bishop SR, Lau M, Shapiro S, Carlson L, Anderson ND, Carmody J, et al.  Mindfulness: A Proposed Operational Definition. Clinical Psychology: Science and Practice. 2004. 11: 230-241. Disponível em:
http://www.personal.kent.edu/~dfresco/mindfulness/Bishop_et_al.pdf 

Birrer D, Rothlin P, Morgan G. Mindfulness to Enhance Athletic Performance: Theoretical Considerations and Possible Impact Mechanisms. Mindfulness. Set 2002:
https://www.researchgate.net/publication/257795319_Mindfulness_to_Enhance_Athletic_Performance_Theoretical_Considerations_and_Possible_Impact_Mechanisms

Oliveira AVRR, Padovani RC.  Mindfulness e o esporte competitivo: a importância para atletas de alto rendimento. Revista Brasileira de Psicologia do Esporte, Brasília, v.8, n° 2, outubro 2018.

Sociedade Portuguesa de Meditação. O que é mindfulness? Disponível em:
https://meditt.space/r/mindfulness

Centro Budista do Porto. Qual a diferença entre meditação e mindfulness? Disponível em:
http://www.centrobudistadoporto.pt/2019/10/06/qual-a-diferenca-entre-meditacao-e-mindfulness/

Mayo Clinic. Mindfulness Exercise. Disponível em:
https://www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/consumer-health/in-depth/mindfulness-exercises/art-20046356

  • A URL foi salva no seu clipboard.
  • Yopro 15g Proteinas Café 250ml