10 exercícios com kettlebell para intensificar seus treinos

Treino

Gostei

Os exercícios com kettlebell são meio que novidade, mas uma novidade que rapidamente caiu nas graças dos atletas loucos por esportes, como nós. É porque o kettlebell é uma alternativa às máquinas e aos tradicionais halteres e podem trazer um pouco de variedade ao nosso treino.

Primeiro, o que são os kettlebells e porque são tão incríveis?

Uma esfera oca, feita de aço fundido, com uma alça. Apesar de recente no mundo dos esportistas, o kettlebell é um equipamento usado desde o século 18 para medir o peso de alimentos, e também para a prática de atividades físicas.

Na Rússia, era utilizado especialmente por militares. Mais tarde, virou uma tendência nos Estados Unidos, com a adoção por atletas, em seus treinos funcionais.

A principal razão de os exercícios com kettlebell terem se tornado os novos queridinhos é a versatilidade, pois o equipamento serve a muitas funções em programas de treinamento. Exercícios com kettlebell podem contribuir para o aumento da força muscular, da potência e da capacidade aeróbica[1]. Nada mal para quem respira esportes, não é mesmo? Em geral, têm foco nos glúteos, abdômen, costas e outros músculos dos membros superiores e inferiores, dependendo do movimento realizado.

Para evitar lesões e machucados, é importante procurar sempre a ajuda de um profissional de educação física, usar pesos adequados para o seu nível, assim como prestar muita atenção à execução de cada exercício. Então tenha paciência e, se necessário, execute os movimentos sem peso antes de incluir o kettlebell na jogada.

10 exercícios com kettlebell para você tentar

Não importa se somos corredores profissionais ou atletas amadores de boxe. Os kettlebells estão disponíveis em uma variedade de cargas e podem ser incluídos em diversos exercícios diferentes. Para não perder tempo e já incluí-los na sua agenda, separamos 10 exercícios para experimentar. Mas não se esqueça de consultar um profissional de educação física para ajudá-lo a fazer os melhores ajustes no seu treino.

1. Kettlebell Swing

Este é o clássico. O kettlebell swing ajuda a trabalhar os músculos dos glúteos, isquiotibiais e quadríceps. Também ajuda a fortalecer o core e a melhorar a coordenação motora. Este é o movimento básico do equipamento, que consiste em levantar o peso do meio das pernas até acima da cabeça, usando a força do quadril e do core.

O movimento é de pêndulo e, por isso, se chama “swing”. Segure o kettlebell com as duas mãos, coluna reta e joelhos levemente flexionados, apontado para fora. Agora, levante os dois braços para cima, levando o equipamento até o ponto mais alto acima da cabeça. Depois, volte o equipamento para baixo. Continue o movimento pendular em algumas repetições. Viu como é simples e gostoso de executar?

2. Kettlebell Swing Unilateral

Nesta variação do grande clássico, o exercício é executado com apenas uma mão, para ajudar a trabalhar glúteos, core, lombar e dorsal. Neste caso, será preciso flexionar um pouco mais os joelhos, mas sem jamais curvar as costas.

Como o kettlebell swing unilateral é mais desafiador, experimente fazer o movimento sem peso antes, para afiná-lo. Depois, comece com cargas mais leves, para ter certeza de que não vai se machucar. Quando menos imaginar, vai dominar a técnica.

3. Remada Unilateral com Kettlebell

Costas, bíceps, ombros e abdominais: você poderá trabalhar tudo isso ao executar, com disciplina e cuidado, a remada unilateral com kettlebell.

Fique em pé, com os joelhos levemente flexionados e um pé à frente. Com o braço oposto, segure o kettlebell ao lado do corpo. Incline-se para frente com as costas retas e com a cabeça erguida. Posicione o braço livre sobre a perna da frente para ajudar a dar estabilidade.

Agora, puxe o kettlebell para o lado do seu tronco e se certifique de que seu cotovelo esteja encaixado na lateral. Faça uma pausa e retorne o kettlebell à posição inicial. Esse exercício já exigiu um pouco mais e você vai sentir os músculos trabalhando.

4. Kettlebell Figure 8

Se você quer tirar o máximo proveito do seu treino, o kettlebell figure 8 é uma boa pedida, pois ajuda a trabalhar vários músculos do corpo ao mesmo tempo, como glúteos, músculos das panturrilhas, parte superior das costas e ombros.

Fique de pé com as pernas mais afastadas do que os ombros e coloque o kettlebell entre elas. Dobre os joelhos e, com a mão esquerda, pegue o kettlebell. Passe-o entre as suas pernas, levando-o até a mão direita. Repita este movimento ao redor de seu lado direito e devolva-o à mão esquerda.

Continue o movimento de forma contínua, passando o kettlebell da mão esquerda à direita por dentro das pernas e, em seguida, de volta à mão direita pelo lado de fora, formando um oito a cada movimento completo.

5. Farmer's Walk com Kettlebell

Conhecido como “caminhada do fazendeiro” em português, este é um exercício clássico dos treinos funcionais. Ajuda a aumentar a massa muscular e o gasto calórico, quando associado a uma rotina regular de treinos e de alimentação saudável, enquanto trabalha a força. Quanto mais peso você pegar, mais desafiador será. Mas atenção, não pegue mais do que consegue!

O farmer’s walk com kettlebell é simples: basta pegar um equipamento em cada mão e sair caminhando. Mas caminhe com propósito, com as costas retas e a cabeça erguida, olhando para a frente. Atenção à postura, não deixe os ombros e cabeça inclinarem.

Parece até um “exercício ingênuo”, mas não é. Com o aumento do peso, você vai sentir o trabalho gradual dos músculos.

6. Agachamento Sumô

Exercícios clássicos, como o agachamento sumô, podem ganhar um toque de sofisticação e desafio com o uso do kettlebell.

Pronto para assumir uma posição similar a de um lutador de sumô? Comece de pé, com as pernas afastadas na largura dos ombros.Segure o kettlebell com os braços estendidos. Flexione os joelhos e agache-se. Baixe o máximo que conseguir, até o kettlebell tocar o chão. Aguente por alguns segundos e volte à posição inicial. Respire e repita a dose.

7. Tente a flexão com Kettlebell

As flexões têm foco no peito, tríceps e músculos centrais. Mas precisamos ter cuidado para manter os pulsos em uma posição neutra na hora de realizá-las com o kettlebell, sem deixar tombar para os lados.

Coloque dois kettlebells no chão, na mesma largura dos ombros. Segure o cabo de cada um deles, como se fosse empurrá-los para baixo. Fique na posição de flexão, com as pernas estendidas. Mantenha as costas retas e a parte superior do corpo rígida.

Agora, comece as flexões, abaixando o corpo em direção ao chão. Respire fundo. Quando o peito estiver na mesma altura das alças, solte o ar e empurre-o de volta para a posição inicial. Tenha cuidado para não arquear as costas. No início, faça menos repetições até pegar o jeito e sentir firmeza nos pulsos. O suor logo aparece para dar aquela satisfação de dever cumprido.

8. Desenvolvimento Unilateral

Para executar o desenvolvimento unilateral, você precisa ficar em pé, com um kettlebell em cada mão. Enquanto o braço direito fica estendido, leve a mão esquerda até a altura do ombro e comece as repetições para cima, apontando o kettlebell para o teto.

Depois, troque os lados: o braço esquerdo fica estendido, segurando um dos kettlebells, enquanto o direito é trabalhado. Prefira fazer este exercício na frente do espelho, ou peça para um profissional observar a sua execução.

9. Fly Inclinado com Kettlebell

Pronto para suar em bicas com o fly inclinado com kettlebell? Deite-se em um banco inclinado e segure um par de kettlebells. Trave os músculos do core, que serão trabalhados durante o exercício, assim como o peitoral e os membros superiores.

Levante os pesos acima do peito com as palmas das mãos voltadas uma para a outra. Flexione os cotovelos ligeiramente. Abaixe os kettlebells devagar para os lados e para longe do corpo, formando um arco com os braços. Quando os kettlebells estiverem praticamente alinhados com o seu peito, inverta o movimento e retorne à posição inicial. Contraia os músculos peitorais no topo do movimento e recomece. Cansou ou aguenta mais um? O próximo exercício é o último da nossa sequência.

10. Prancha com Kettlebell

Vamos terminar essa sessão com a boa e velha prancha, um exercício completo que ajuda a trabalhar todos os grupos musculares e a fortalecer o core. Como nas flexões de braço, coloque dois kettlebells no chão, na mesma largura dos ombros. Segure o cabo de cada um deles, como se fosse empurrá-los para baixo. Fique na posição de flexão, com as pernas estendidas.

Segure nessa posição por alguns instantes. Respire fundo, deixe as gotas de suor rolarem e se concentre bem. Depois, é só respirar e repetir um ou duas vezes.

Pronto, você terminou os exercícios com kettlebell com êxito. Parabéns! Agora, é hora de alongar o corpo para ajudar a evitar dores e rigidez. Não se esqueça de contar sempre com o apoio de um profissional de educação física e de manter o corpo hidratado ao longo do treino.

Referências

1. Eckert, Ryan & Snarr, Ronald. (2016). Kettlebell Training: A Brief Review. Journal of Sport and Human Performance. 4. 1-10. Disponível em:
https://www.researchgate.net/publication/311595070_Kettlebell_Training_A_Brief_Review

  • A URL foi salva no seu clipboard.
  • Iogurte Líquido 25g sabor Vanilla Coffee